No upcoming event!

Temporada Miso Music Portugal - arquivo

A Temporada Miso Music Portugal teve início em 2007 e tem consistido em ciclos de espectáculos ao longo do ano em estreita ligação com as várias actividades desenvolvidas pela Miso Music Portugal.

Os programas propostos no âmbito da Temporada têm um carácter diversificado, variando entre eventos dedicados à música electroacústica, mista ou estritamente instrumental, teatro musical e nova ópera, espectáculos para crianças, eventos de pedagogia pela arte, cursos e workshops, concertos organizados por ocasião de lançamentos de novas edições nomeadamente discográficas, concertos monográficos em torno de um compositor, acolhimento de projectos inovadores musicais ou pluridisciplinares, apresentações de novíssimos intérpretes lado a lado com solistas consagrados,... e como sempre, seguindo as linhas condutoras de toda a actividade da Miso Music Portugal, destacando a música portuguesa e pondo em perspectiva o repertório do século XX com a criação musical no presente.
Ao longo destes 8 anos de Temporada tivemos o privilégio do acolhimento generoso de algumas entidades culturais, muito especialmente do Instituto Franco-Português entre 2007 e 2010 e posteriormente do Goethe-Institut de Lisboa a partir de 2011. Com estes parceiros pudemos cumprir parte da missão a que nos destinamos no sentido de fomentar, produzir, divulgar e promover a criação musical do nosso tempo e o seu cruzamento com as outras artes.

Todavia, a falta de um espaço próprio, implicou sempre condicionantes de ordem diversa que limitaram o desenvolvimento porque aspiramos. Assim chegou finalmente a altura de dispormos de um espaço para acolhimento das criações próprias da Miso Music Portugal e das companhias de música associadas, mas também de acolhimento de outros projectos de criação, possibilitando um nível de experimentação e serenidade até aqui impensável, oferecendo residências de criação e produção em condições excepcionais, nomeadamente técnicas, aproveitando a dotação técnica extraordinária da Miso Music Portugal, conseguida ao longo de várias décadas de investimento.

Este novo espaço O'culto da Ajuda, na Ajuda, em Lisboa, passa também a acolher a Temporada da Miso Music Portugal a partir do final de Outubro de 2014, data da sua inauguração.

Consulte aqui o arquivo das Temporadas até 2013

◄ Back
Concert Season

Recitais em Directo Antena 2 - Hugo Queirós

17 12 2019 21:00

O'culto da Ajuda

PROGRAMA

Gérard Grisey (1946-1998)
Anubis, Nout
duas peças para Clarinete Contrabaixo Solo (1983) 12’
 
Yann Robin (1974)
Art of Metal II
para Clarinete Contrabaixo e Electrónica (2007) 11'
 
Bernhard Gander (1969)
Morbidable
para Clarinete Contrabaixo Solo (2015) 10’
 
Marc André (1964)
IV7 (2008)
para Clarinete Contrabaixo Solo
 
Miguel Azguime (1960)
Avoir l’Air (2019) · estreia absoluta
para Clarinete Contrabaixo e Electrónica
 
 
 

Hugo Queirós
Hugo Queirós é um clarinetista Português com um percurso bastante eclético, tendo dedicado grande parte do seu tempo ao clarinete baixo, à música contemporânea e à improvisação. Estudou clarinete com Nuno Pinto (Porto) e clarinete baixo com Ernesto Molinari (Berna – Suíça). Em 2015/16 integrou a International Ensemble Modern Academy (Frankfurt – Alemanha).  Entre 2012 e 2015, Hugo foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian.  Do seu percurso musical, é de realçar a obtenção de prémios como Eduard Tschumi Music Prize,1º Prémio no 1º Concurso Internacional de Clarinete Baixo “Julián Menéndez” (Ávila – Espanha 2012) e o  1º Prémio na categoria de clarinete baixo no 10º Concurso Internacional de Clarinete “Città di Carlino” (Itália – 2012). Merece ainda destaque a participação em festivais e academias como Festival Internacional de Música de Marvão, Festival Internacional de Inverno de Campos Jordão, Lucerne Festival Academy, Freiburg Ensemble Akademie, ManiFest – Paris no Ircam, Internationale Ferienkurse für Neue Musik Darmstadt , Impuls Academy, Klangspuren Schwaz, Wittener Tag für Neue Kammermusik, European Clarinet Festival e ClarinetFest.  Paralelamente às suas apresentações a solo, Hugo colaborou com formações como: Ensemble Modern, Lucerne Festival Alumni Ensemble, Ensemble Proton, Collegium Novum Zürich, Vertigo Ensemble, Grupo Música Nova onde trabalhou com maestros e compositores como Sir Simon Rattle, Pierre Boulez, Helmut Lachenmann, Peter Eötvös, Heinz Holliger, Matthias Pintscher, Pablo Heras-Casado, François-Xavier Roth, Isabel Mundry, Enno Poppe, David Robertson, Johannes Kalitzke, Emilio Pomàrico, entre outros. Atualmente, Hugo divide o seu tempo entre Portugal, Alemanha e a Suíça, onde colabora com diferentes projetos. Hugo Queirós é artista D’Addario Woodowind.  Para mais informações, visite a página: www.hugoqueiros.com.

Address Travessa das Zebras 25