Não existem eventos programados!

Temporada Miso Music Portugal - arquivo

A Temporada Miso Music Portugal teve início em 2007 e tem consistido em ciclos de espectáculos ao longo do ano em estreita ligação com as várias actividades desenvolvidas pela Miso Music Portugal.

Os programas propostos no âmbito da Temporada têm um carácter diversificado, variando entre eventos dedicados à música electroacústica, mista ou estritamente instrumental, teatro musical e nova ópera, espectáculos para crianças, eventos de pedagogia pela arte, cursos e workshops, concertos organizados por ocasião de lançamentos de novas edições nomeadamente discográficas, concertos monográficos em torno de um compositor, acolhimento de projectos inovadores musicais ou pluridisciplinares, apresentações de novíssimos intérpretes lado a lado com solistas consagrados,... e como sempre, seguindo as linhas condutoras de toda a actividade da Miso Music Portugal, destacando a música portuguesa e pondo em perspectiva o repertório do século XX com a criação musical no presente.
Ao longo destes 8 anos de Temporada tivemos o privilégio do acolhimento generoso de algumas entidades culturais, muito especialmente do Instituto Franco-Português entre 2007 e 2010 e posteriormente do Goethe-Institut de Lisboa a partir de 2011. Com estes parceiros pudemos cumprir parte da missão a que nos destinamos no sentido de fomentar, produzir, divulgar e promover a criação musical do nosso tempo e o seu cruzamento com as outras artes.

Todavia, a falta de um espaço próprio, implicou sempre condicionantes de ordem diversa que limitaram o desenvolvimento porque aspiramos. Assim chegou finalmente a altura de dispormos de um espaço para acolhimento das criações próprias da Miso Music Portugal e das companhias de música associadas, mas também de acolhimento de outros projectos de criação, possibilitando um nível de experimentação e serenidade até aqui impensável, oferecendo residências de criação e produção em condições excepcionais, nomeadamente técnicas, aproveitando a dotação técnica extraordinária da Miso Music Portugal, conseguida ao longo de várias décadas de investimento.

Este novo espaço O'culto da Ajuda, na Ajuda, em Lisboa, passa também a acolher a Temporada da Miso Music Portugal a partir do final de Outubro de 2014, data da sua inauguração.

Consulte aqui o arquivo das Temporadas até 2013

◄ Voltar
Temporada

Humanautomata - Orquestra de Robôs Phobos da Sonoscopia

21 09 2019 21:00

Humanautomata (Lukas Ligeti) - Orquestra de Robôs Phobos da Sonoscopia at O'culto da Ajuda

Alberto Lopes, Angelica Salvi,  Gustavo Costa, Henrique Fernandes, Joana Gama, Lukas Ligeti, Tiago Ângelo e Ricardo Jacinto 

 

Humanautomata é uma peça para orquestra robótica e pequeno ensemble que surge no seguimento do trabalho desenvolvido nos anos anteriores em torno de Phobos - Orquestra Robótica Disfuncional.  

Humanautomata explora as possibilidades de composição através da interação de uma máquina automática central (Phobos) com um conjunto de instrumentos convencionais e não convencionais operados por instrumentistas. Assim, conjuga-se uma linguagem híbrida entre a música escrita e a música improvisada, executada por músicos com experiência em ambas as áreas e em instrumentos tão dispares como os do Atlas de Instrumentos Utópicos (instrumentário desenvolvido pela Sonoscopia), a eletrónica, o piano, a harpa ou o violoncelo.  

 

A composição e direção musical é entregue ao compositor austríaco Lukas Ligeti, cuja singularidade da sua escrita, o seu trabalho prévio com instrumentos automáticos e a sua forte relação com a improvisação o tornam numa escolha que tem tanto de fascinante como de surpreendentemente natural.    

 

 

Composição e direção musical: Lukas Ligeti 

 

Músicos:  

Alberto Lopes, Gustavo Costa e Henrique Fernandes  (Atlas de Instrumentos Utópicos) 

Tiago Ângelo (eletrónica)

Angelica Salvi (harpa) 

Joana Gama (piano)  

Ricardo Jacinto (violoncelo)

Lukas Ligeti (marimba lumina) 

 

Construção de Instrumentos:  Alberto Lopes, Gustavo Costa e Henrique Fernandes 

 

Assistência à programação e electrónica: Tiago Ângelo 

Direcção de produção: Patrícia Caveiro 

Produção executiva: Catarina Lopes  

Produção: Sonoscopia 

Apoios:  Câmara Municipal do Porto no âmbito do INresidence, OJM/ CARA 

A Sonoscopia é uma estrutura financiada pela República Portuguesa / Direção Geral das Artes  

 

Links:  http://www.sonoscopia.pt/works/phobos

 

 

 

———————————————————————————————————————

 

Humanautomata

Alberto Lopes, Angelica Salvi,  Gustavo Costa, Henrique Fernandes, Joana Gama, Lukas Ligeti, Tiago Ângelo and Ricardo Jacinto 

 

Humanautomata is a piece for robotic orchestra and small ensemble, based on the previous work developed for Phobos - Dysfunctional Robotic Orchestra. 

Humanautomata explores the compositional possibilities of the interaction of a central automated machine (Phobos), with a set of conventional and non conventional instruments operated by musicians.  

It is intended to combine a hybrid language between written and improvised music, executed by experienced musicians in each of these areas and with an instrumentation as diverse as the Atlas of Utopian Instruments (instrumentarium developed by Sonoscopia), electronics, piano, harp or cello. 

Composition and musical direction is headed by the Austrian composer Lukas Ligeti, whose singularity of language, his previous work with automated instruments and his strong relation with improvisation make him a choice that is both fascinating and surprisingly natural. 

 

Composition and musical direction: Lukas Ligeti 

 

Musicians:  

Alberto Lopes, Gustavo Costa and Henrique Fernandes  (Atlas of Utopian Instruments) 

Tiago Ângelo (electronics)

Angelica Salvi (harp) 

Joana Gama (piano)  

Ricardo Jacinto (cello)

Lukas Ligeti (marimba lumina) 

 

Instrument development:  Alberto Lopes, Gustavo Costa and Henrique Fernandes 

 

Programming and electronics: Tiago Ângelo 

Production direction: Patrícia Caveiro 

Executive production: Catarina Lopes  

Production: Sonoscopia 

Support:  Câmara Municipal do Porto (INresidence program), OJM/ CARA 

Sonoscopia is financed by República Portuguesa / Direção Geral das Artes  

 

Links:  http://www.sonoscopia.pt/works/phobos