Temporada Miso Music Portugal - arquivo

A Temporada Miso Music Portugal teve início em 2007 e tem consistido em ciclos de espectáculos ao longo do ano em estreita ligação com as várias actividades desenvolvidas pela Miso Music Portugal.

Os programas propostos no âmbito da Temporada têm um carácter diversificado, variando entre eventos dedicados à música electroacústica, mista ou estritamente instrumental, teatro musical e nova ópera, espectáculos para crianças, eventos de pedagogia pela arte, cursos e workshops, concertos organizados por ocasião de lançamentos de novas edições nomeadamente discográficas, concertos monográficos em torno de um compositor, acolhimento de projectos inovadores musicais ou pluridisciplinares, apresentações de novíssimos intérpretes lado a lado com solistas consagrados,... e como sempre, seguindo as linhas condutoras de toda a actividade da Miso Music Portugal, destacando a música portuguesa e pondo em perspectiva o repertório do século XX com a criação musical no presente.
Ao longo destes 8 anos de Temporada tivemos o privilégio do acolhimento generoso de algumas entidades culturais, muito especialmente do Instituto Franco-Português entre 2007 e 2010 e posteriormente do Goethe-Institut de Lisboa a partir de 2011. Com estes parceiros pudemos cumprir parte da missão a que nos destinamos no sentido de fomentar, produzir, divulgar e promover a criação musical do nosso tempo e o seu cruzamento com as outras artes.

Todavia, a falta de um espaço próprio, implicou sempre condicionantes de ordem diversa que limitaram o desenvolvimento porque aspiramos. Assim chegou finalmente a altura de dispormos de um espaço para acolhimento das criações próprias da Miso Music Portugal e das companhias de música associadas, mas também de acolhimento de outros projectos de criação, possibilitando um nível de experimentação e serenidade até aqui impensável, oferecendo residências de criação e produção em condições excepcionais, nomeadamente técnicas, aproveitando a dotação técnica extraordinária da Miso Music Portugal, conseguida ao longo de várias décadas de investimento.

Este novo espaço O'culto da Ajuda, na Ajuda, em Lisboa, passa também a acolher a Temporada da Miso Music Portugal a partir do final de Outubro de 2014, data da sua inauguração.

Consulte aqui o arquivo das Temporadas até 2013

◄ Voltar
Temporada

Recitais em Directo Antena 2 Filipe Quaresma violoncelo

de 30 04 2019
a
30 04 2019

O'culto da Ajuda

30 de Abril de 2019 |  O'culto da Ajuda | Lisboa |

Recitais em Directo Antena 2  Filipe Quaresma violoncelo


O violoncelo é um instrumento com infindáveis potencialidades de exploração sonora. O seu amplo registo convida a um tipo de escrita cheia de saltos, harmónicos, cordas dobradas e outros recursos técnicos de dificuldade acrescida, muito utilizada, sobretudo, quando se trata de música para violoncelo solo. No caso dos compositores que figuram deste programa esse desempenho “atlético” é marcadamente crescente conforme a aproximação ao século XXI. Na  primeira parte o percurso é feito pela Europa e EUA pós-segunda guerra mundial e apresenta algumas das mais emblemáticas obras do repertório para violoncelo solo de Lutoslavsky, Penderecki, Berio e Crumb. A segunda parte traz-nos de regresso a Portugal, com obras de Hugo Vasco Reis e Miguel Azguime, introduzindo a electrónica como mais um elemento de exploração sonora, evocando novamente a destreza técnica do violoncelista e espicaçando a capacidade auditiva do ouvinte numa espacialização tímbrica que desconstrói o conceito de violoncelo solo premente no início da viagem.

 

PROGRAMA

 
Witold Lutoslawski
Sacher variation (1975)

Krzysztof Penderecki 
Capriccio per Siegfried Palm (1968)

Luciano Berio
Les mots sont allés... (“recitativo” para violoncelo solo) (1979)

George Crumb
Sonata para violoncelo solo (1955)
I Fantasia 
II Tema pastorale con variazioni 
III Toccata

Intervalo 

Hugo Vasco Reis 
Metamorphosis and Resonances (2016)

Miguel Azguime (2006)
Moment à l’extremement for cello and live electronics 
 
 

 

 

Endereço Travessa das Zebras 25