Temporada Miso Music Portugal - arquivo

A Temporada Miso Music Portugal teve início em 2007 e tem consistido em ciclos de espectáculos ao longo do ano em estreita ligação com as várias actividades desenvolvidas pela Miso Music Portugal.

Os programas propostos no âmbito da Temporada têm um carácter diversificado, variando entre eventos dedicados à música electroacústica, mista ou estritamente instrumental, teatro musical e nova ópera, espectáculos para crianças, eventos de pedagogia pela arte, cursos e workshops, concertos organizados por ocasião de lançamentos de novas edições nomeadamente discográficas, concertos monográficos em torno de um compositor, acolhimento de projectos inovadores musicais ou pluridisciplinares, apresentações de novíssimos intérpretes lado a lado com solistas consagrados,... e como sempre, seguindo as linhas condutoras de toda a actividade da Miso Music Portugal, destacando a música portuguesa e pondo em perspectiva o repertório do século XX com a criação musical no presente.
Ao longo destes 8 anos de Temporada tivemos o privilégio do acolhimento generoso de algumas entidades culturais, muito especialmente do Instituto Franco-Português entre 2007 e 2010 e posteriormente do Goethe-Institut de Lisboa a partir de 2011. Com estes parceiros pudemos cumprir parte da missão a que nos destinamos no sentido de fomentar, produzir, divulgar e promover a criação musical do nosso tempo e o seu cruzamento com as outras artes.

Todavia, a falta de um espaço próprio, implicou sempre condicionantes de ordem diversa que limitaram o desenvolvimento porque aspiramos. Assim chegou finalmente a altura de dispormos de um espaço para acolhimento das criações próprias da Miso Music Portugal e das companhias de música associadas, mas também de acolhimento de outros projectos de criação, possibilitando um nível de experimentação e serenidade até aqui impensável, oferecendo residências de criação e produção em condições excepcionais, nomeadamente técnicas, aproveitando a dotação técnica extraordinária da Miso Music Portugal, conseguida ao longo de várias décadas de investimento.

Este novo espaço O'culto da Ajuda, na Ajuda, em Lisboa, passa também a acolher a Temporada da Miso Music Portugal a partir do final de Outubro de 2014, data da sua inauguração.

Consulte aqui o arquivo das Temporadas até 2013

◄ Voltar
Temporada

Trio AAA no O'culto da Ajuda

09 12 2017 21:30

O'culto da Ajuda
Lisboa, Portugal

9 de Dezembro de 2017  | 21h30 |
 O'culto da Ajuda | Lisboa |


TRIO AAA

O trio AAA composto pelo saxofonista catalão Albert Cirera, o guitarrista lisboeta Abdul Moimême e contrabaixista uruguaio Alvaro Rosso formou-se em 2015 para explorar a improvisação livre, electroacústica, deixando-se igualmente ‘contaminar’ por outros géneros musicais, reflexo do percurso individual de cada um dos três músicos.

 

Albert Cirera . saxofone tenor e soprano

Com mas de 30 gravações nos últimos 5 anos, Albert Cirera é um dos saxofonistas mais activos e versáteis da península Ibérica, solicitado tanto na cena mais de vanguarda assim como na «mainstream». Depois de 10 anos a residir em Barcelona, desde Outubro de 2013 vive entre Barcelona e Lisboa onde toca regularmente com Ulrich Mitzlaff, Carlos Zingaro, Gabriel Ferrandini, Heranin Faustino o Abdul Moimême. Tem tocado com Agustí Fernandez, Joe Morris, Dani Dominguez, Jaume Llombart, Hugo Antunes, Massa Kamaguchi, Bart Maris, David Mengual, etc, mas sobretudo com Ramon Prats com quem formam el já mítico duo Duot. Além de liderar os seus propios projectos (CIREROT, A.C & Tres Tambors, CIREROT, A.C Lisbon Trio) forma parte de diferentes projectos como Memoria Uno, A. Fernandez Liquid Trio/Quintet, AAA, Octopussy Cats ou Fail Better.

Começou os estudos musicais de música e violino a idade de 6 anos. Mais tarde escolhe o saxofone como instrumento principal dá mão de Alfons Carrascossa. Em 2006 gradua-se na Escola superior de Musica de Catalunha, onde estudou com Eladio Reinon, Xavi Figarola, Dani Perez o Agustí Fernandez. Também estudou no Royal Conservatoirum dá Haya (Holanda) com John Ruocco. Também recebeu os conselhos de Tony Malaby, Ellery Eskelin, Bill Mchenry ou Perico Sambeat.
www.albertcirera.com

 

Abdul Moimême . guitarra eléctrica

Abdul Moimême é um músico Português, membro activo da comunidade de improvisação livre Lisboeta. O seu instrumento principal é a guitarra eléctrica.

Estudou guitarra com professores particulares em Madrid, mudando-se posteriormente para Boston para estudar arquitectura. Em 1986 concluiu o curso na Universidade Técnica de Lisboa. No início da década de 1990 estudou saxofone tenor com Patrick Brennan, envolvendo-se paralelamente com a cena da música improvisada e do rock independente. Em 1999 começou a escrever sobre jazz em diversas publicações nacionais, tais como as revistas Flirt, All Jazz, Jazz.pt e ainda no jornal Público. Em 2013 é nomeado pelo “6th Annual International Critics Poll.”

Tocou em diversos projectos: Hipnótica, IKB, Insub Meta Orchestra, Potlatch, Queixas, Suspensão, Variable Geometry Orchestra, tocado ainda com músicos como: Axel Dörner, Carlos Santos, Carlos Zingaro, Christian Weber, Christophe Berthet, Cyril Bondi, D’Incise, Ernesto Rodrigues, Floros Floridis, Gale Brand, George Haslam, Gloria Damijan, Guilherme Rodrigues, Heddy Boubaker, Jon Raskin, Ken Filiano, Manuel Mota, Marcello Magliocchi, Marco von Orelli, Marco Scarassatti, Matthias Boss, Miguel Mira, Nuno Rebelo, Nusch Werchowska, Patrick Brennan, Rodrigo Amado, Steve Adams, Thanos Chrysakis e Wade Matthews entre outros.

Tem tocado na Áustria, Brasil, França, Portugal, Espanha e Suíça.

www.nekhephthu.wixsite.com/abdul-moimeme

 

Alvaro Rosso . contrabaixo

Movido por um interesse pela música popular e pelo jazz, começa os seus estudos de contrabaixo na Escuela Universitaria de Musica de Montevideo, tomando contacto com a música clássica e a técnica de base do instrumento. Em França, onde continua a sua formação, começa a interessar-se pela linguagem contemporânea e a livre improvisação.

Logo de um mestrado em Espanha, muda-se para Portugal, onde reside actualmente. Alvaro é um músico com formação e experiências ricas e diversas, que tem trabalhado tanto com orquestras sinfónicas, ballets e operas, como com projectos de raízes populares ou experimentais, inclusive em conjunto com teatro, dança ou imagem. Hoje, além de professor, desenvolve e colabora em vários projectos, sobretudo de jazz mainstream e de livre improvisação / composição instantânea.
www.soundcloud.com/alvaro_rosso

 

Email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Endereço Travessa das Zebras 27