Temporada Miso Music Portugal - próximos eventos

A Temporada Miso Music Portugal que teve lugar, entre 2007 e 2013, no Instituto Franco-Português (inicialmente) e no Goethe-Institut de Lisboa (posteriormente) passa, a partir do final de Outubro de 2014, a ter lugar no novo espaço da Miso Music Portugal O'culto da Ajuda. Aqui passarão também a figurar os novos eventos e projectos, vibrantes de criatividade, que vamos ter o privilégio e o prazer de acolher no O'culto da Ajuda.

O'culto da Ajuda, um novo espaço para as Artes em Lisboa, um novo espaço de criação, experimentação e partilha entre criadores e público.

Um novo espaço para a Arte Livre!

 

◄ Voltar
Temporada

O Morto + Banha da Cobra + Miguel Negrão

de 13 10 2017
a
13 10 2017

O'culto da Ajuda

O Morto

Embora a sua música esteja agora mais próxima de uma abordagem soundscape composition, O Morto (t.c.p.

Mestre André) na realidade começou como um projecto de free improv / noise em 2012, com o álbum Memento

Mori. Contudo, depois deste lançamento, O Morto começou a derivar das paisagens mais ásperas em busca de

uma nova direcção. Encontrou-a na forma da música polifónica tocada pelos pigmeus Ba’Aka da África Central, e

numa imagem conceptualizada de Jengi - um espírito da floresta que se alimenta da carne de sacrifícios. Tendo

este leque de influências em mente, O Morto recolheu samples, gravações de campo e sons electrónicos que se

mostram eventualmente na densa (e por vezes enigmática) peça-tríptico The Forest, the People and the Spirits.

 

Banha da Cobra

Fluxo de investigação e intervenção sonora eletroacústica, Banha da Cobra é um projeto que parte do imaginário

sónico de atividades e paisagens artesanais, ritualísticas e tradicionais. As composições são feitas como ruínas

sonoras, com base numa ecologia entre a sustentabilidade da natureza sonora do encontrado - estruturas,

lugares, materiais, objetos, padrões, etc. - e a sua apropriação e transformação. O colecionismo inerente a este

projeto de carácter arquelógico completa-se com processos de manipulação alquímica como criação musical em

tempo real. Banha da Cobra é um novo projeto de Mestre André e Carlos Godinho, que contou recentemente

com uma residência artística no primeiro laboratório sonoro produzido pelo O Espaço do Tempo no antigo

Convento de Nossa Senhora da Saudação em Montemor-o-novo.

 

Miguel Negrão

Miguel Negrão é um artista sonoro, originário de Lisboa. Tendo passado os últimos 9 anos na Holanda e Reino

Unido no decorrer de um percurso académico em música por computador, encontra-se neste momento de volta à

capital portuguesa. Interessa-lhe criar experiências musicais intensas e imersivas, que afectam a percepção da

passagem do tempo e convidam à investigação do interior dos sons. Muita da sua produção se tem por esse

motivo integrado nos subgéneros drone e ambiente. No seu trabalho usa maioritariamente síntese sonora e

processamento de sinal controlados por computador, utilizando métodos de composição algorítmica e variadas

configurações ! espaciais multicanal.! O seu trabalho foi apresentado em diversos festivais, espaços e programas

de rádio na Europa tais como o Sonar Festival (ES) ou a Deutschlandradio Kultur (DE). Apresentou peças para os

sistemas multicanal Wave Field Synthesis da fundação Game of Life (NL) e da Universidade TUBerlin (DE), assim

como para o Acousmonium do GRM (FR) e o Sonic Lab do SARC (UK).

Email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Endereço Travessa das Zebras 27