Cristina Dignart vence o Concurso Música Viva 2014

A obra Cerberus de Cristina Dignart foi premiada no 15.º Concurso Internacional de Composição Electroacústica Música Viva 2014, seleccionada pelo júri constituído por Elzbieta Sikora, Andre Bartetzki e Miguel Azguime. Natural de Cuiabá no Brasil, Cristina Dignart tem um mestrado em Compoisção e Novas Tecnologias pela Universidade de Goiás. A música desta jovem compositora já foi apresentada em várias cidades brasileiras assim como em Portugal, nomeadamente no âmbito do SoundWalk do Festival Música Viva 2010 no CCB em Lisboa.

Cerberus tem como o fio condutor a exploração do espaço enquanto elemento expressivo. O seu título remete para o cão mitológico grego que possui múltiplas cabeças num único corpo, servindo como metáfora para as bifurcações espaciais e a independência de caminhos gerados a partir de um único corpo.

O programa da próxima edição do Festival Música Viva, em 2015, incluirá assim um concerto monográfico dedicado a Cristina Dignart.

 

FaLang translation system by Faboba